26.8.07

Horas e Agoras

Todo momento, as horas me acompanham,
Me lembrando o que fazer e aonde ir.
Sinto muito se meu mundo é imperfeito,
Mas em outros além nunca vi a perfeição.

Ando contra o tempo,
Mesmo sabendo que é ilógico...
Corro contra as horas,
Mesmo sabendo que é em vão...

Desperdicei meu tempo, eu sei,
Sonhei apenas com o coração.
Mesmo sabendo da incógnita
Que mora no amanhã

Incertezas tenho,
Mas uma crença dá lugar a elas.
Tudo que busquei encontrei,
Mesmo quando o resultado era vão...

Viva o agora,
Mas não se esqueça dos erros não.
O agora possui um preço infinito
O que sentimos não podemos tocar

Porém ele nos move...
Assim como moveu gênios e santos,
Loucos e demônios.

E cada movimento possui conseqüências
Que o tempo há de mostrar.
.
.
.
Deborah Caridade

5 comentários:

DeborahC disse...

Não consegui pular linha pra dar espaçamento no meio da poesia pode reparar, acho que acabou o espaço pra texto ou o blog que implicou comigo HaUhauha...

Ana Beatriz disse...

debrinha!!!
fiko lindu!
ah aproveitei ew peguei um pedaxim dela p/ bota no meu orkut td bem?
rsrsrs
bjxxx

bia(1431)

:::::Luiz::::: † disse...

eu gostei dessa tbm xD

:::::Luiz::::: † disse...

minhas poesias sao mais escrachadas uhahus

Anônimo disse...

bom comeco

Bem Vindo =)

Aqui estão algumas poesias e textos de minha autoria. Fique à vontade para passear pelo blog, comentar nas postagens e visitar os links de outras páginas especialmente selecionados.

Amo escrever aqui e na correria de sempre, que é muita (como toda criatura urbana), volta e meia ele fica um pouco desatualizado. Mas busco atualizá-lo sempre que possível, não tenho uma frequência exata, mas em respeito a quem acompanha e visita, ao menos uma postagem por mês ou semana você encontra por aqui!

.*Obrigada a quem visita*.*.