31.5.09

Coringa

Homenagem à todos coringas, de todos os baralhos desse mundo...





Coringa


Ele não tem nome, nem hora
Não sabe ser só bom, nem ruim
Odeia horas e hipocrisia
Só sabe ser ele, odeia ser multidão

Talvez seja o contrário,
Mas o fato é: ele não sabe ser igual
Não obteve esse dom,
Que por vezes chega a ser sem graça.

Ser e seguir regras falidas
Sem cor, sem direção...
Detentor de minha admiração
Dos momentos em que penso nele.

Sua paixão vem de um grito,
Um abrir de olhos na madrugada
Em que todos sonham com um futuro
Que se sabe até qual é de tão igual

Mas ele sonha com o dia,
em que serás imperador
E ordenarás a liberdade
Na qual todos terão oportunidade
de seguir e pensar em novos rumos.

No fundo quem olha
para as cartas na mesa sabe:
uma hora ou outra ele estará lá
A virar o jogo e mostrar
Sua sorridente e misteriosa face.
.
.
.
Deborah Caridade

8 comentários:

Karen disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karen disse...

Ótima poesia amiga! Gostei deveras do seu blog...sempre que puder passarei aqui ! bjão

Will disse...

Seria eu um desses coringas soltos pelo mundo? HAhahhaha Vc já leu o dia do coringa? A temática de sua poesia lembra muito a desse livro, tenho certeza que você vai curtir e achar interessante!

Bjão Deah

Gabriel Tavares disse...

Eu tbm sou um desses coringas, me enquadro em todas as linhas dessa poesia rss bjs

Dedeah C. disse...

Will já li sim, não só li como amei esse livro! Tentei ler o mundo de Sofia do msm autor(Jostein Gaarder) mas não curti...lembra mto livro didático, tenho a impresssão de que é um livro de filosofia pra qm não curte filosofia...Mas enfim...O dia do Coringa realmente vale a pena!

Dedeah C. disse...

Obrigada à todos que comentaram :)

Ricardo Fabião disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Fabião disse...

Há figuras que nos inspiram poesia; uma delas é o Coringa, com a sua capacidade de ser muitas coisas ao mesmo tempo... gostei muito, falo agora de sua poesia, de todas que vi no seu blog.
Também gosto de escrever. Recentemente criei um blog. Se quiser conferir, passa lá:

http://curvasdapalavra.blogspot.com

Abraço,
Ricardo.

Bem Vindo =)

Aqui estão algumas poesias e textos de minha autoria. Fique à vontade para passear pelo blog, comentar nas postagens e visitar os links de outras páginas especialmente selecionados.

Amo escrever aqui e na correria de sempre, que é muita (como toda criatura urbana), volta e meia ele fica um pouco desatualizado. Mas busco atualizá-lo sempre que possível, não tenho uma frequência exata, mas em respeito a quem acompanha e visita, ao menos uma postagem por mês ou semana você encontra por aqui!

.*Obrigada a quem visita*.*.