10.8.09

Sensações Noturnas








*Sensações noturnas



Nem o mais,
nem demais,
apenas um pedaço de apenas,
.
o silêncio e o vento,
entre noturnos e cavalgantes pensamentos.
dejavus insensatos de quem vive da vertigem,
.
de tudo que é ilusório,
e tudo mais que não vai além da sensação.
.
Quando pensamos nada pensamos,
a vida é uma doce ilusão.


.


.


.


Deborah Caridade
Imagem: Rhone River, do genial Van Gogh

3 comentários:

Recife disse...

O desbravar de um insólito oceano privado,adorei a suavidade.


Forte abraço,Srta.Caridade.

Mac Love rsrss disse...

Gostei deveras...;)

Fabiana disse...

Seu blog tá cada dia mais lindo!

Bem Vindo =)

Aqui estão algumas poesias e textos de minha autoria. Fique à vontade para passear pelo blog, comentar nas postagens e visitar os links de outras páginas especialmente selecionados.

Amo escrever aqui e na correria de sempre, que é muita (como toda criatura urbana), volta e meia ele fica um pouco desatualizado. Mas busco atualizá-lo sempre que possível, não tenho uma frequência exata, mas em respeito a quem acompanha e visita, ao menos uma postagem por mês ou semana você encontra por aqui!

.*Obrigada a quem visita*.*.